segunda-feira, 30 de agosto de 2010

A História do Burro Velho

Um dia, o burro de um aldeão caiu a um poço. O animal zurrou fortemente durante algumas horas, enquanto o dono procurava ajuda para o retirar. Não a encontrando, acabou por decidir que, sendo o burro já velho e estando o poço já seco, o melhor era tapar o poço e não valia a pena tirar o burro. Convidou então todos os vizinhos para o ajudarem. Cada um pegou numa pá e começaram a atirar terra para dentro do poço. O burro, ao ver o que se estava a passar, começou desesperadamente a zurrar. Mas, pouco depois, para surpresa de todos, calou-se, e só se ouvia o som das pazadas de terra a cair. O aldeão, que ia olhando para o fundo do poço, ficou surpreendido com o que viu: o burro estava a fazer uma coisa incrível. Sacudia a terra que lhe ia caindo nas costas e dava mais um passo para cima da terra. Rapidamente, todos viram com espanto como o burro chegou à boca do poço, saltou por cima dos bordos e partiu a trotar...
(autor desconhecido)
----------------------------------------------------------------------------------------------
Quantas vezes a vida nos atira terra por nossas cabeças...
E entramos em desespero achando que não teremos condições de suportar as dificuldades...
Cada um dos nossos problemas é um obstáculo a ultrapassar, um degrau para subir...
Aproveite inclusive a terra que te sufoca como meio de aprendizado e reflexão para sair da situação apresentada...
Para sermos felizes devemos lembrar:
- No coração só deve habitar sentimentos bons. (ódio, rancor, raiva não devem ser guardadas dentro da gente);
- Simplifique a vida, liberte a mente das preocupações;
- Dá mais e espera menos, ou melhor, não espere nada de ninguém;
- Ame o máximo de pessoas que você conseguir;
- Esteja sempre em ligação com o Nosso Pai de Amor e Sabedoria.
E vamos não só sacodir a terra como a poeira também e dar a volta por cima, pois problema sem solução deixou de ser problema...
E cantando vamos buscando energias positivas, pois quem canta seus males espanta: "Então minh'alma canta a Ti, Senhor quão grande és Tu! quão grande és Tu...

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Enxergando Além Do Que Se Vê...

O Filme “Mãos Talentosas”, baseado em fatos reais, conta sobre a vida do Dr Bejamim Carson, que mediante uma árdua experiência de vida teve a sabedoria para fazer escolhas alinhadas com seu crescimento pessoal, profissional e espiritual.

Seria uma historia como tantas outras quaisquer, de um garoto negro e pobre, chamado de burro pelos colegas de colégio quando criança, filho de uma jovem mulher negra abandonada pelo marido que consegue superar todas as dificuldades e se torna um dos maiores neurocirurgiões do mundo, mas o diferencial é quando sentimos a presença de Deus guiando o desabrochar da espiritualidade, que se faz presente em nossas vidas, e que muitas vezes não conseguimos visualizar, pois é nesse momento que precisamos enxergar além do que se vê...

É uma historia de amor incondicional! De uma mãe analfabeta, mas de uma sabedoria de vida incrível... No filme temos as seguintes frases dela:

- "Você pode fazer tudo o que os outros fazem, só que você fará melhor!"

- “você tem tudo que precisa bem dentro de sua mente, basta somente olhar além do que seus olhos vêem.”.

- "Você pode ser o que quiser nessa vida, desde que trabalhe duro para isso".

Dr.Carson alcançou renome mundial por seu desempenho na bem-sucedida separação de dois gêmeos siameses, unidos pela parte posterior da cabeça - uma operação complexa e delicada que exigiu cinco meses de preparativos e vinte e duas horas de cirurgia.

Em uma das entrevistas Dr. Carson fala que se apaixonou pela neurocirurgia por considerar o cérebro um verdadeiro mistério:

- “Hoje eu sei que posso enfrentar qualquer desafio com o poder da mente. Tudo depende de nossa vontade! Nós temos o poder de lidar com qualquer circunstância exterior (família, condição social, etc.) e enfrentar qualquer desafio com o poder de nossa consciência”.

- “ Quando mais estudava, mais percebia que me tornaria um bom médico. Não, esta não é a frase certa: eu queria ser o melhor médico que fosse capaz de ser. Sabia que para dar o melhor de mim teria que tentar ser o melhor.

A mãe das crianças siameses ficou admirada quando escutou o médico dizer que todos precisavam rezar para que tudo desse certo.

Ela perguntou se ele rezava e ele respondeu:

- Todos os dias eu rezo...

Ben Carson é uma daquelas pessoas cuja vida deve servir de inspiração para todos aqueles que perseguem uma meta.

-------------------------------------------------------------------------------------------------
Para o ônibus!!! O filme “Mãos Talentosas” é digno de mandar parar o coletivo e avisar aos passageiros não percam de assistir...

Precisamos expandir a nossa imaginação, inteligência, confiança em nós mesmo e em Deus, acima de tudo.

Eu me identifiquei muito com o filme, amei de paixão, me tocou profundamente e lembrei que um dia eu também fui uma péssima aluna, minha mãe vivia me chamando de “vagal” (tradução= vagabunda mesmo).

Só fazia as minhas tarefas diárias do colégio, estudava para prova somente no dia anterior, na hora da prova pedia umas questões emprestadas para os amigos (pesca, fila, etc), e no final do ano, para variar, ficava em recuperação numas três matérias...

Até que terminei meu terceiro ano e cheguei à conclusão que não sabia de nada, e que não passaria em nenhum vestibular...

È nessa hora que uma luzinha acende na nossa mente e paramos para pensar sobre o nosso futuro, pedimos ajudar ao Nosso Pai Maior e passamos a buscar uma forma de encontrar um meio de sairmos vitoriosos...

Arrumei as malas fui para Brasília estudar para concursos, passei um ano da minha vida estudando em média 10 horas por dia...

Entrei no serviço público aos 19 anos, me formei em Administração, e passei em outros concursos...

Assim como o Dr Bejamim eu acreditei que com a fé em Deus e fazendo a minha parte eu conseguiria chegar a onde eu acreditasse ser capaz...

Felicidade para todos e sempre acreditem no seu potencial! E nunca duvidem dos dons que o Nosso Pai Amado nos reservou...

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Exemplo de Perseverança

Ludwig van Beethoven
Nascimento: 16 de dezembro 1770, Viena Morte: 26 de março 1827
Reconhecido: É considerado um dos pilares da música ocidental, pelo incontestável desenvolvimento, tanto da linguagem, como do conteúdo musical demonstrado nas suas obras, permanecendo como um dos compositores mais respeitados e mais influentes de todos os tempos.
Desde menino, Beethoven sabia tocar piano muito melhor do que a grande maioria dos adultos. Aos sete anos de idade, deu o seu primeiro concerto, aos onze era organista da corte, em Colônia, na Alemanha e aos doze apresentou a sua primeira composição significativa. Os vienenses amavam a música e compareciam em massa para ouvir Beethoven. Ficou surdo e encontrou refúgio no campo, onde dava longos passeios pelos bosques. “Aqui, a surdez incomoda menos que em qualquer outro lugar”, escreveu. “As árvores parecem me falar de Deus”. Por estranho que pareça, compôs suas melhores obras, aquelas que mais conhecemos, depois de perder sua capacidade de ouvir.
Ele tomou seu lugar em frente à orquestra e os músicos receberam orientação para olhar para ele, mas que não dessem atenção à sua marcação do ritmo. Quando terminou, baixou os braços e permaneceu imerso em silêncio, mexendo em sua partitura. Alguém fez um gesto para que ele olhasse a platéia. E viu todas as pessoas ovacionando-o, aplaudindo de pé, batendo palmas com os braços erguidos. O músico surdo inclinou-se e em cada rosto da platéia rolou uma lágrima. Morreu em 1827 e suas últimas palavras foram: “No céu, certamente eu devo tornar a ouvir”.
Frases:
- "Não existe verdadeira inteligência sem bondade”.
- “Nunca quebres o silêncio se não for para o melhorar.”
- “O único sinal de superioridade que conheço é a bondade.”
- “Era-me impossível dizer às pessoas: ‘fale mais alto, grite, porque sou surdo’. Como eu podia confessar uma deficiência do sentido que em mim deveria ser mais perfeito que nos outros, um sentido que eu antes possuía na mais alta perfeição?”
Fonte: * http://www.netfrases.com/frases-e-pensamentos-de-ludwig-van-beethoven.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ludwig_van_Beethoven
-------------------------------------------------------------------------------------------------
No vídeo abaixo temos um pouco mais sobre a vida de Beethoven. Fico imaginando a dor de uma pessoa que vive da música e fica surdo...
Mas Beethoven e sua arte não eram deste mundo, ele transformou seus infortúnios em música da mais profunda e grandiosa. Ele nos ensina muito mais do que suportar a adversidade, aprendemos que devemos principalmente escutar o que existe dentro de cada um de nós e jamais desistir de viver!
Muitas vezes passamos pela vida como se estivéssemos à passeio, como turistas querendo curtir só o que se tem de bom para aproveitar...
Mas na realidade viemos para evoluir espiritualmente, superar os obstáculos dessa vida, sentir a centelha divina que existe dentro do nosso coração e seguir o exemplo de Jesus.
Quando alguém te fizer algo que lhe cause sofrimento, pare, respire, conte até 20 "calmamente" e lembre-se de uma frase de Jesus que deve ser nossa companheira de jornada: "Pai, perdoai-os porque eles não sabem o que fazem."
Temos dentro de nós a arte de viver, só nos falta escutar...

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

O Tesouro Emprestado

Narra antiga lenda que um rabi, religioso dedicado, vivia muito feliz com sua família. Esposa admirável e dois filhos queridos. Certa vez, por imperativos da religião, o rabi empreendeu longa viagem ausentando-se do lar por vários dias.
No período em que estava ausente, um grave acidente provocou a morte dos dois filhos amados. A mãezinha sentiu o coração dilacerado de dor. No entanto, por ser uma mulher forte, sustentada pela fé e pela confiança em Deus, suportou o choque com bravura.
Todavia, uma preocupação lhe vinha á mente: como dar ao esposo a triste notícia?
Sabendo-o portador de insuficiência cardíaca temia que não suportasse tamanha comoção.
Lembrou-se de fazer uma prece. Rogou a Deus auxílio para resolver a difícil questão.
Alguns dias depois, num final de tarde, o rabi retornou ao lar. Abraçou longamente a esposa e perguntou pelos filhos...
Ela pediu para que não se preocupasse. Que tomasse o seu banho, e logo depois ela lhe falaria dos moços.
Alguns minutos depois estavam ambos sentados á mesa. Ela lhe perguntou sobre a viagem, e logo ele perguntou novamente pelos filhos.
A esposa, numa atitude um tanto embaraçada, respondeu ao marido: deixe os filhos. Primeiro quero que me ajude a resolver um problema que considero grave.
o marido, já um pouco preocupado perguntou: o que aconteceu? Notei você abatida! Fale!
Resolveremos juntos, com a ajuda de Deus.
- Enquanto você esteve ausente, um amigo nosso visitou-me e deixou duas jóias de valor incalculável, para que as guardasse. São jóias muito preciosas! Jamais vi algo tão belo!
- O problema é esse! Ele vem buscá-las e eu não estou disposta a devolvê-las, pois já me afeiçoei a elas. O que você me diz?
- Ora mulher! Não estou entendendo o seu comportamento! Você nunca cultivou vaidades!... Por que isso agora?
- É que nunca havia visto jóias assim! São maravilhosas!
- Podem até ser, mas não lhe pertencem! Terá que devolvê-las.
- Mas eu não consigo aceitar a idéia de perdê-las!
E o rabi respondeu com firmeza: ninguém perde o que não possui. Retê-las equivaleria a roubo!
- Vamos devolvê-las, eu a ajudarei. Faremos isso juntos, hoje mesmo.
- Pois bem, meu querido, seja falta a sua vontade. O tesouro será devolvido. Na verdade isso já foi feito.
- As jóias preciosas eram nossos filhos.
- Deus os confiou à nossa guarda, e durante a sua viagem veio buscá-los. Eles se foram. O rabi compreendeu a mensagem. Abraçou a esposa, e juntos derramaram grossas lágrimas. Sem revolta nem desespero.
-------------------------------------------------------------------------------------------------
Hoje o Burro precisa muito escutar a música “Segura na Mão de Deus”, o coração a pertado, um nó na garganta, uma saudade enorme, lembranças de um sorriso lindo...
“Se as águas do mar da vida quiserem te afogar, segura na mão de Deus e vai, se as tristezas desta vida quiserem te sufocar, segura na mão de Deus e vai...
Tivemos que devolver um tesouro ao Pai, um sobrinho, tão jovem, uma dessas fatalidades da vida que deixa a gente sem chão...
Menino novo, vinte e poucos anos, que estava tomando remédios controlados e foi ao um bar com a noiva e amigos e bebeu cerveja, passou mal, e tomou outros remédios por conta própria para passar os sintomas. Foi levado para o hospital, mas acabou tendo uma parada cardíaca...
Devolver esses tesouros para o Pai é dificil demais, sempre ficam os porquê, sempre fica a vontade de desfrutar da presença por mais um tempão...
O amor é sem tamanho!!!
Mas temos que agradecer ao Pai pelo tempo que tivemos juntos, por aquele sorriso lindo, pela pessoa prestativa e humilde que ele sempre foi...
As lições dessa história acima são as seguintes:
- Nada material nessa vida nos pertence: pessoas, coisas, cargo... Somos usufrutuários, e como tudo que é emprestado, vai chegar o dia da devolução, e cabe a nós dizer aqui está Senhor.
- Os entes queridos são jóias preciosas que o Criador nos confia a fim de que as ajudemos a burilar-se. E vamos aproveitar a oportunidade dada para amar o máximo possível e ajudar na evolução espiritual dos nossos companheiros de encarnação.
- Que possamos devolver os tesouros emprestados em melhor estado do que quando nos foi confiado. Que ele retorne ao Pai tendo aprendido os ensinamentos do Nosso Irmão Maior, e praticado na oportunidade apresentada. Que ele retorne com o seu coração puro, com exemplos de amor, fé, caridade...
A dor vai passar e como é bom cantar e sentir que “Segurar na Mão de Deus” nos traz a paz que tanto precisamos...

sábado, 21 de agosto de 2010

Sorte de Amar Você

Hoje gostaria de fazer uma homenagem ao meu marido! Estamos completando mais de 4 anos de namoro e todos os meses a gente lembra da data e comemoramos de alguma forma...
Ofereci a ele a música “Sorte” do Forró Muído, mesmo ele não gostando muito de forró, pois a letra é genial...
Segue a letra e em parênteses meus comentários...
Eu tenho sorte de te conhecer, (Foi maravilhoso!!! Muitas emoções!!! )
Sorte de poder amar você... (Te amar é um presente divino...)
Você é puro como o ar, que eu preciso pra respirar. (O ar fica mais puro realmente ao teu lado...)
Minha vida, meu amor, eu tenho sorte: você chegou. (Chegou na hora certa!!!)
Você é o presente que Deus me deu. (Obrigada Pai Amado por tudo...)
Te amo tanto, anjo meu. (Meu eterno bem querer...)
Sorte de dormir nos braços teus. (Acordar ao teu lado não tem preço...)
Quero o mundo ao lado teu, dividir os sonhos meus (Nossa filha é um dos grandes sonhos...)
Você não vai se arrepender (Jamais!!!)
Eu prometo pra você (Pago até promessa se preciso for...)
Que te amarei, que cuidarei desse nosso amor. (Tenho tentado fazer a minha parte...)
Sorte de beijar a tua boca, (Bom demais!!!)
Sorte de tirar a tua roupa, (Uma das melhores partes...kkk)
Sorte de acordar ao lado teu. (É um sentimento de paz e tranqüilidade...)
Eu não quero te perder, (De jeito nenhum... nem pensar...Será pela Eternidade...)
Dou minha vida por você, (Pela minha família toda...)
Agradeço por te ter, eu sempre vou mimar você. (Adoro fazer malvadezas, mas ele gosta...)
Tudo que eu vejo lembra você, (Principalmente uma flor em especial...)
O teu sorriso me faz viver, (Lindo igual ao da nossa filha...)
Viver contigo é bom demais (Espero que sempre seja mais do que bom....)
Que sorte eu tenho, meu rapaz. (Meu amor eu tenho mais que Sorte...)
------------------------------------------------------------------------------------------------
Hoje o Burro acordou mais apaixonado do que o normal…kkk
Um beijo no coração de todos!!!

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

O Brasil, do Meu Amor

Tenho muito orgulho de ser BRASILEIRA, “meu Brasil brasileiro”, quando um dia for poetisa “Vou cantar-te nos meus versos”, sempre lembrando “O Brasil, do meu amor” , “Terra boa e gostosa”, “O Brasil, samba que dá”. E como é bom cantar com um coração amante: “Brasil! Prá mim! Pra mim, pra mim”.

Não percam de assistir ao vídeo abaixo com Perpetuum Jazzile e o Conjunto BR 6 (os seis cantores segurando girassol). O conjunto é constituído por brasileiros que moram no Rio de Janeiro e tiveram pela Europa divulgando esse belíssimo trabalho. O coral é da Eslovênia mas quase não se percebe o sotaque. Eles cantam a música Aquarela do Brasil. Não sentimos vontade de parar de escutar...

Mais um presente do Nosso Pai de Amor aos nossos ouvidos! Obrigada pelos seguidores e comentários, e peço perdão se escrevi algo no blog que não foi de bom grado. A intenção aqui não é divulgar notícia triste que vende jornal, mas falar de pessoas que precisam de nossas orações ou doações, que passaram por uma situação de dor e superaram. Temos no blog exemplo de paciência, perdão, heroísmo, coragem, lealdade, de amor dedicado...

*Agradeço por ter sido incluída no blog http://desconstruindoamae.blogspot.com na lista dos blogs indicados com o título: "Ajudam na Reforma Intima."

*Na lateral direita, no final do blog, mais músicas do Perpetuum Jazzile.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

As Aparências Enganam

No mundo de hoje a aparência parece ser o importante para se alcançar fama e sucesso. Mas os concursos de talentos pelo mundo tem nos dado uma lição: “não devemos menosprezar os dons que Deus espalha pelo mundo afora...”. Assim, aconteceu com o ex-vendedor de celulares Paul Potts, que entrou no palco com os jurados fazendo pouco caso de sua pessoa, gorducho, estrábico, tinha os dentes tortos e também contava uma história pessoal atribulada de rejeição e timidez. A performance de Paul foi simplesmente arrebatadora, arrancando lágrimas emocionadas, aplausos entusiasmados... Ele se escreveu no Britain’s Got Talente em 2007 e tirou o primeiro lugar, além de um álbum de brinde ele cantou para a Rainha. E como não poderia faltar no blog Burro Chora, é de arrepiar!!! Assista abaixo o vídeo, parece um conto de fadas moderno, sinta como o Nosso Pai Maior nos manda cada presente... Fico por aqui com a seguinte frase de Chico Xavier: “Nossa vida é um dom precioso que Deus nos deu e funciona como um jardim, onde podemos semear as flores da alegria ou as pragas do medo, da raiva e da depressão. O que você anda plantando no seu jardim?”

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Um Sonho Realizado Parte II

Continuando com o post anterior sobre a Aline transcrevo um depoimento em seu blog que fez o Burro arrepiar. Agradeço por tão lindas palavras e com certeza você ajudará a muitos:
Bem acho que tenho direito de resposta. Pessoal eu sou o "Macaco" ou o Irmão de Aline. Qualquer uma das denominações me são muito agradáveis. Até hoje nunca tive muita vontade de fazer alguma post sobre a vida de irmã. Não por achar invasão de privacidade ou algo dessa natureza mas acredito que por achar quer não sou muito chegado a blogs mesmo. Enfim, muitos de você tem acompanhado o desenrolar da busca desse casal em constituir uma familia (o que de todo coração agradeço a ajuda de todos, sem exceções) mas acho que nesse momento talvez eu também possa ajudar outras pessoas. Tarefa difícil essa de ajudar. Confesso que ao escrever essas poucas palavras mesmo sem ter a eloqüência e talvez ate mesmo a gramática de minha irmã (desculpe os eventuais erros minha irmã) fico emocionado em poder compartilhar com vocês o que sinto. Bem. Sou médico. Assisto o famoso "ser humano" em determinadas situações que me autorizam talvez a falar a respeito do sofrimento, da dor e de perdas.
Lido com minha própria limitação em aliviar e trazer de volta a vida a maior criação de Deus. Vejo e sinto certas coisas que ficaria difícil de relatar neste texto mas que a cada dia me fazem enxergar a presença de Deus nas nossas vidas. Como eu posso sequer achar que possa curar a dor alguém de fato? O que minha profissão poderia fazer para aliviar a dor de minha própria irmã. Antidepressivos? Terapia? NADA. Minha profissão é inútil quando se refere ao sofrimento. Mesmo com todos o recursos técnicos que me são disponíveis eu só pude dizer uma coisa a minha irmã: "Não se lamente demais. Não sofra demais. Não chore demais. Não fique triste demais."
Pessoal! Absolutamente nada nesse mundo ao entrar no fogo sairá dele da mesma forma. Foi isso que aconteceu com Aline e acontece com todos nós no decorrer de nossas vidas. Aprenda, sinta, prove cada adversidade como uma vacina contra gripe. Fique mais forte, mais resistente. Por que quando estamos bem fracos, quando não temos mais energias para a luta, é nesse momento quando a vida nos deixa. Peça a Deus força para se erguer. Não peça um milagre. Peça com fé : " Pai erga sua mão misericordiosa sobre mim. Molha, mesmo que seja com uma gota de orvalho minha boca. Assim saberei que zelas por mim em todos os momento de minha vida". Desistir? JAMAIS. Deixar de acreditar na providencia divina? NUNCA. Não devemos procurar repostas, justificativas, para coisas que são reservadas a Deus. Devemos sim é prosseguir no caminhada da nossa conversão espiritual que nos garantira um lugar na morada do PAI.
O caminho do cristão é traiçoeiro e acidentado. Mas que acredita enxerga a luz que vem de Deus e que nos guia não deixara de ter a recompensa ao fina da jornada. Lembrem-se da sagrada escritura: COMBATI O BOM COMBATE, TERMINEI A CARREIRA, GUARDEI A FÉ... (II TIMÓTEO 4:7). Devemos guardar essas palavras sempre em nossas vidas. Eu dizia para Aline: Saia da escuridão da tristeza que não te deixa ver a DEUS! Como gerar a luz da vida nos olhos de uma criança se você só vê trevas? Como ser capaz de receber a graça de gerar uma vida se você não vê mais propósito na vida? Bem minha irmã bem vinda de volta a LUZ. Após um tempo perdida num oceano de lágrimas, bem vinda a superfície. Erga-se. Volte a caminhar. Lembre se das "Pegadas na Areia". Respire, encha seu corpo de vida. E lembre-se sempre que DEUS sempre esteve ao seu lado, como todos nós aqui, torcendo pela sua vitória. E como bem lhe conheço essa vitória iria chegar de qualquer maneira, já que você não gosta de perder. NUNCA!Parabéns macaca! Tudo de bom. E conta comigo porque mesmo sem perceber também estou sempre zelando por você minha amada irmã. Ah! Um boa semana a todos.
-------------------------------------------------------------------------------------------------
Que Macaco inteligente!!! Peço desculpas por não ter pedido autorização para transcrever o texto acima, mas como a intenção era ajudar as pessoas, então pergunto, por que não divulgar um texto mais que perfeito???
Segue abaixo a música "Deus Cuida de Mim" que diz assim: Eu preciso aprender um pouco aqui, eu preciso aprender um pouco ali, eu preciso aprender mais de Deus, porque ele é quem cuida de mim. Se uma porta se fecha aqui, outras portas se abrem ali, eu preciso aprender mais de Deus, porque Ele é quem cuida de mim, Deus cuida de mim....

sábado, 14 de agosto de 2010

Um Sonho Realizado!!!

No dia 10 de julho, contei aqui no Blog sobre a Aline (http://alimatheus.blogspot.com/) que passou pelo sofrimento de perder seus filhos gêmeos por terem nascido prematuramente. Quem acompanha o Blog da Aline consegue sentir toda a sua tristeza, seus questionamentos e sua ânsia de engravidar.
Mas a notícia, que hoje me deixou radiante de felicidade, foi saber, pelo blog dela (não percam de ler) que nossa irmã querida se encontra gravidíssima!!! É mais um sonho realizado e vamos continuar acompanhando o Blog da Aline para saber das novidades que estão por acontecer. No dia 6 de agosto escrevi o seguinte comentário no blog dela:
"Amiga só me vem uma música na minha mente... Vai dar tudo certo... vai dar tudo certo... beijos"
Agradecemos ao Nosso Pai de Amor e Bondade por essa alegria, por sentir que tudo ao seu tempo e conforme a mensagem abaixo vamos confiar sempre:
"CONFIE SEMPRE, Não percas a tua fé entre as sombras do mundo. Ainda que os teus pés estejam sangrando, segue para a frente, erguendo-a por luz celeste, acima de ti mesmo. Crê e trabalha. Esforça-te no bem e espera com paciência. Tudo passa e tudo se renova na terra, mas o que vem do céu permanecerá. De todos os infelizes os mais desditosos são os que perderam a confiança Em Deus e em si mesmo, porque o maior infortúnio é sofrer a privação da fé e prosseguir vivendo. Eleva, pois, o teu olhar e caminha. Luta e serve. Aprende e adianta-te. Brilha a alvorada além da noite. Hoje, é possível que a tempestade te amarfanhe o coração e te atormente o ideal, aguilhoando-te com a aflição ou ameaçando-te com a morte. Não te esqueças, porém, de que amanhã será outro dia. (Frases e Pensamentos de Chico Xavier)"

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Um Anjo na Terra

Anjo na terra existe! E um deles é o Agente de Polícia Federal Wagner Cavalcante que passou a ser chamado de Anjo do Fantástico. Em uma entrevista ele conta como tudo começou:
“Certa feita, assistindo o programa FANTÁSTICO, da REDE GLOBO, tomei conhecimento de que tinha sido criado um site para ajudar na busca por pessoas desaparecidas. Pouco tempo depois, como internauta curioso que sou, comecei a navegar por aquela homepage e me impressionou sobremaneira a quantidade de dramas ali expostos. Lancei-me, de imediato, embora timidamente, a pesquisar pelos dados oferecidos e, num curtíssimo espaço de tempo, para minha completa surpresa, comecei a receber e-mails de agradecimento pelo encontro de parentes.
Observei então que um pequeno gesto de cidadania de minha parte poderia contribuir em muito para solucionar aqueles dramas pessoais. Logo abracei literalmente esta nobre causa e comecei ali, uma luta humanitária direcionada para os meus semelhantes, pois passei a me dedicar voluntariamente ao site PROCURA-SE, sempre tirando uma hora antes ou após o meu expediente, todos os dias, para ajudar toda aquela gente que aguardava por uma “luz no fim do túnel”, numa fila interminável. Com pouco tempo de “estrada”, já havia recebido a confirmação de que 13 casos tinham sido resolvidos e a emoção foi tomando conta de mim. Comecei então a fazer um resumo das histórias e catalogar cada caso, guardando-os em arquivo.
Em setembro de 2003, numa tarde de sexta-feira, eis que recebo um e-mail da produção do Fantástico, pedindo o meu telefone, pois queriam saber como eu, aqui no Nordeste, tinha encontrado uma pessoa há tempos desaparecida, no interior do Paraná. Minutos depois me ligaram explicando que o filho da pessoa desaparecida havia procurado a produção do programa para agradecer emocionado, em nome da família (moradora da cidade de Salto-SP), o encontro do seu pai que ele não conhecia e que havia desaparecido há 45 anos. Foi então que expliquei que se tratava de um trabalho voluntário, que eu era policial federal e que por isso mesmo não gostaria de aparecer na mídia pois o objetivo do trabalho, até então “anônimo”, poderia ser desvirtuado e gerar falsas expectativas junto ao grande público.
Insistiram então dizendo que eu não “visse as coisas por esse lado” e sim, o fato de que querendo ou não o meu gesto já “fazia parte da história”, pois tinha acontecido o PRIMEIRO ENCONTRO do site PROCURA-SE e o programa tencionava registrar o feito.
O primeiro caso a gente nunca esquece, ficou marcado para sempre e a partir daí fui me aprofundando mais e mais, a ponto de hoje já ter contribuído para a felicidade de 318 famílias, sendo que este número todo dia muda pois os e-mails não param de chegar com a confirmação de novos encontros.
No final do ano passado, novamente recebi uma ligação da produção do Fantástico. Desta vez me pediram para mandar o resumo de alguns casos em que as famílias já tivessem mantido contato telefônico mas não se encontrado pessoalmente, devido morarem em diferentes Estados da Federação, pois eles queriam fazer alguns “encontros através da janelinha” do programa. De novo pediram uma declaração minha sobre o trabalho desenvolvido e de novo o pessoal da TV Cabugi e Jornal Tribuna do Norte (mesmo grupo), me procuraram e, desta feita traziam um convite-surpresa do Fantástico: queriam que eu testemunhasse ao vivo um encontro que aconteceria em São Paulo e, de quebra, ainda assistiria ao vivo, a gravação do Especial de Fim de Ano de Roberto Carlos, no Rio. Achei muito gratificante da parte deles, pois não deixou de ser um reconhecimento pelo trabalho desenvolvido.
Pedi autorização aos meus superiores e embarquei para o RJ. Foi lá que eles idealizaram o “Anjo do Fantástico” e porque tal denominação? Bem, eles criaram isso devido à quase totalidade das famílias encontradas agradecerem dizendo dentre outras coisas: “Você foi um anjo que apareceu nas nossas vidas... De agora em diante você fará parte das nossas orações... Você é nosso anjo protetor, etc.etc.” Ficou como se fosse um “rótulo”, daí a idéia que eles tiveram e que eu só fui saber quando cheguei na redação do Fantástico.
Por fim, devo dizer que manifestação de carinho de toda essa gente é sem dúvida o combustível que move o meu trabalho, pois é muito gratificante receber palavras de incentivo até mesmo quando os parentes procurados faleceram, pois os familiares encontram gente da família que não conheciam. Sempre digo nos meus e-mails que: “Quem não vive pra servir, não serve pra viver...”, por isso esse voluntariado prosseguirá até quando Deus quiser.
Ele termina a entrevista citando a música do Roberto Carlos:
“... Eu quero amor decidindo a vida, sentir a força da mão amiga, o meu irmão com sorriso aberto, se ele chorar quero estar por perto, quero levar o meu canto amigo, a qualquer amigo que precisar, eu quero ter um milhão de amigos e bem mais forte poder cantar...” (Eu Quero Apenas, Roberto Carlos e Erasmo Carlos 1974)
-------------------------------------------------------------------------------------------------
Tive o prazer de ter como meu professor o Wagner, ele é cativante com um coração do tamanho de um bonde.... Assisti ao programa do Fantástico em que ele foi convidado a ir conhecer pessoalmente o Roberto Carlos, foi de arrepiar!!! Foram tantas emoções!!!
Fica aqui o exemplo de uma pessoa que faz a diferença, trouxe alento para o coração de muitos, uniu pessoas e aprendeu que ajudar na felicidade do próximo é onde encontramos o prazer de ser feliz...
Vamos fazer a nossa parte, pois quando retornarmos para os braços do Pai Amado nossa consciência dirá que pelo menos tentamos ser insignificantemente útil...


quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Drogas Não! Eu Acredito no Amor...

O filme de 22 minutos, entitulado "A História de Rachel", mostra como ela era uma garota "linda e brilhante", que tirava ótimas notas na escola e tocava piano muito bem. O vídeo foi feito pelo Departamento de Saúde da Grã-Bretanha e deve ser lançado nas escolas.
A mãe da jovem acredita que ela consumiu heroína pela primeira vez quando tinha 18 anos, levada por um namorado mais velho já viciado. No início, ela manteve o hábito sob controle. Conseguiu ser aceita em cinco universidades e decidiu cursar psicologia e sociologia na Universidade de Bath. Mas o vício continuou e o casal Holcroft começou a notar transformações no comportamento da garota – de amável e sociável, Rachel passou a ser insegura e infeliz. Ela largou o curso depois de um semestre e foi morar com o namorado em Exmouth. Morreu três dias depois de telefonar para a mãe dizendo que ia se separar e voltar para casa.
Raquel morreu aos 21 anos depois de uma overdose de heroína, a mãe autorizou a divulgação de fotos da jovem morta em seu apartamento com a intenção de alertar adolescentes quanto aos perigos da droga, as imagens de Rachel Whitear foram usadas em vídeo escolar contra o uso de entorpecentes. As imagens foram registradas pela polícia da Grã-Bretanha em maio de 2000, quando Rachel foi encontrada morta em seu apartamento na cidade de Exmouth.
O corpo da jovem estava ajoelhado no chão, com vários hematomas. Uma das mãos segurava uma seringa. A mãe diz: "É horrível olhar para fotos como essas, ainda mais da sua própria filha, mas achei que se autorizasse sua divulgação, estaria usando o corpo dela para ajudar outras pessoas."
Fonte: http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/020301_heroniaml.shtml
-------------------------------------------------------------------------------------------------
Sou volutária do projeto Renascer e faço palestra em colégio sobre a prevenção ao uso de drogas. Em um dos vídeos, que se encontra ao fim do texto, tem a foto da Raquel que choca muito os alunos. Nas avaliações eles geralmente comentam sobre a foto e dizem que serve de exemplo para que os jovens não entrem nesse mundo das drogas...
Achei muito válido a divulgação das imagens, pois um dia ainda vou tentar mandar para mãe da menina algumas avaliações dos alunos citando a Raquel...
Nos dias em que faço as palestra me encontro em total êxtase de felicidade, pois dentro da sala de aula, sinto o Nosso Pai Maior bem pertinho tentando tocar os corações desses jovens para evitar que eles caiam nessa armadilha...
Meu sonho, um dia, é ganhar meu salário, como servidora pública, me dedicando exclusivamente a fazer essas palestras nos colégios, pois é muito gratificante...
Quando eu realizar o meu sonho conto para vocês, peço que rezem junto comigo para que aconteça o mais breve possível...
Em uma das avaliaçõe uma aluna escreveu no item críticas, sugestões e elogios:
“Ótima palestra! Se todos prestaram mesmo atenção, com certeza servirá de bom exemplo, acho que ninguém quer passar pelo o que aquela menina morta encontrada passou. Drogas tô fora ♥”

domingo, 8 de agosto de 2010

Exemplo de Heroísmo

Era para ser apenas um passeio no Zoológico em Brasília! Em agosto de 1977, Silvio Holenbach, com 33 anos de idade, sua esposa e seus quatro filhos já estavam no carro quando ele escutou gritos de socorro desesperados do recinto das ariranhas. Era Adilson, 13 anos, que havia se desequilibrado e caído entre os animais. Sílvio Júnior testemunhou a reação do pai: – Ele disse: "Tem gente lá dentro". E saiu correndo.- “Lembro da minha mãe gritando ‘não vai, não vai, volte aqui’. Mas não adiantou.
O sargento pegou a criança machucada e se posicionou na ilhazinha do fosso. Conseguiu entregar a vítima nos braços de populares que ficaram na amurada de proteção. Ao tentar saltar da ilha, para se pendurar na grade, aconteceu a tragédia: as ariranhas o puxaram pelas pernas, com seus possantes caninos, para dentro da água. O sargento do exército, nosso exemplo de herói, agonizou três dias no hospital, e após o atendimento, Holenbach explicou seu gesto: “Não podia ficar insensível ao ataque dos bichos a uma criança indefesa”. O nosso herói não resistiu e partiu para junto do Pai Amado devido a uma infecção generalizada.
Nas palavras simples do tratador Davino, 68, a coragem do sargento “é de espantar”. Funcionário do Zoo, ele estava lá no dia do ataque fatal das ariranhas e confessa: pensaria duas vezes antes de ter a mesma atitude dele. “Se fosse uma criancinha indefesa eu faria de tudo para salvá-la, mesmo sabendo que estava pulando para a morte. Mas um garoto de 13 anos já é bem sabidinho”, disse.
Sílvio Júnior acha que o pai estava predestinado a um fim heroico. Quando jovem, em Cerro Largo, salvou um desconhecido que se afogava no Rio Jacuí. Ao perceber que o homem era levado pela correnteza, não hesitou em se jogar às águas. Honrarias não fataram! O zoo de Brasília adotou o seu nome, igualmente um colégio, uma rua, um auditório e uma praça. O feito repercutiu até nos Estados Unidos, o então presidente Jimmy Carter enviou telegrama de pêsames à família.
A esposa, depois de 30 anos, em uma entrevista disse: “que ao olhar para trás, percebe que as marcas deixadas pela atitude do marido nunca se apagaram. Foi muito difícil para as crianças. Ainda hoje penso que existe o reflexo do que poderia ter sido a convivência entre eles”.
O heroísmo de Sílvio marcou para sempre a vida da família e serviu de exemplo na educação dos filhos. Ao relembrar toda a história, Eni não enfatiza a tristeza ou as dificuldades de cuidar sozinha das crianças. Prefere destacar as coisas boas que a vida lhe reservou, entre uma delas, conta que a netinha Geovana nasceu no mesmo dia (27 de agosto) em que o Sílvio pulou naquele lugar para salvar o Adilson das ariranhas. Costumo dizer que isso é um presente maravilhoso de Deus”.
Para a dona-de-casa, a atitude do marido naquela tarde fatídica é uma lição de vida. Essa, segundo ela, foi uma das coisas mais lindas que o pai poderia deixar para os filhos. “Não conheço o rapaz. Não sei como ele está e o que fez da vida. Mas espero que todo sofrimento que eu e meus filhos vivemos tenha valido a pena”, encerrou.
-------------------------------------------------------------------------------------------------
Esse caso marcou Brasília e não tem como esquecer um ato dessa natureza!!! Um homem com quatro filhos e esposa pular no recinto das ariranhas para salvar a vida de um garoto desconhecido. Acho que eu não pularia!!! Se fosse um dos meus filhos com certeza, faria questão de morrer junto tentando salvá-los. Acho que ser heroína não é o meu forte...
Essa família é mais um exemplo de superação! No final agradecem a Deus pelo nascimento da neta no dia que lembra o acontecimento fatal. É realmente o Nosso Pai Maior se fazendo presente!
Mas, que dá vontade de perguntar ao Pai Amado por que um herói morrer assim??? Esta resposta só terei quando eu tiver partido para junto Dele para entender e concluir que é melhor chegar lá em cima como herói do que ter passado a nossa vida toda por aqui só pensando no nosso umbigo...
Coloquei, no final da barra direita lateral do blog, um vídeo de uma criança que sorrir muito gostoso e garanto que até o Burro iria bolar de rir e não vai ser diferente com você... Muitas felicidades para todos!!!


sexta-feira, 6 de agosto de 2010

"Abraço Tipo Blog Burro Chora"

É de arrepiar o vídeo da campanha de abraços gratuitos, tudo começou em 2004, o movimento "Free hugs" é uma história real de Juan Mann, um australiano, que se encarregou da solene missão de sair por aí abraçando estranhos na tentativa de mostrar que um simples abraço “bem dado” faz um bem danado...
Mas como tudo que é bom parece durar pouco! Homens da lei ordenaram que a campanha dos abraços parassem pelas ruas da cidade. É aí que o grande espírito humano surge quando todos se juntam para fazer um abaixo assinado para continuar com o movimento, e a união fez a diferença, eles conseguiram mais de 10 mil assinaturas. O movimento virou febre e tomou conta do mundo...
As pessoas são adeptas a uma religião e aprendem que todos somos irmãos! Mas como é difícil a gente ter em nosso coração o sentimento de irmandade. Nesse vídeo vamos verificar que algumas pessoas fazem de conta que não estão vendo o cartaz anunciando abraços grátis, outros nem dão a menor bola, mas existem aqueles que se emocionam e depois o abraço vai conquistando a todos.
Por isso se você, ao ler o blog todo, achar que a vida é muito sofrimento, ficamos com a esperança de dias melhores e vamos aproveitar para abraçar mais as pessoas, mas não aquele abraço solto, sem graça, mas aquele de sentir o prazer do encontro de duas almas, de arrepiar e de não ter vontade de soltar...
E você, será que também não está precisando de um abraço assim? Pois sinta agora uma braço virtual “tipo blog Burro Chora” e um beijo no coração de cada um de vocês...
Para o meu marido fica um abraço especial daquele “tipo estacionamento” que é inesquecível...



quinta-feira, 5 de agosto de 2010

"Morrer Não é a Solução"

Samuel tinha 2 anos de idade quando sofreu um acidente de carro e ficou tetraplégico. Os pais se desdobravam em cuidados, e Sam, como era chamado, sempre com a sua alegria era o motivo de viver de seus pais. Aos 5 anos de idade a criança enfrentou mais um adversário: a Meningite. Os médicos mandaram a criança de volta para casa informando que não havia o que ser feito. E a criança não resistiu e partiu ao encontro do Nosso Pai Maior.
Em junho de 2009, o casal não suportando a morte do filho foi para Beachy Head, na costa do Sul da Inglaterra, onde tem falésias com uma vista magnífica para o mar. O lado triste deste lugar é que algumas pessoas, em seus momentos de caos, interrompem sua existência pulando no abismo. Assim aconteceu com o casal Kazumi (44) e Neil Puttick (34), que suicidaram-se, levando o corpo do menino consigo. Uma outra mochila, que foi encontrada junto aos cadáveres, continha brinquedos de pelúcia.
-------------------------------------------------------------------------------------------------
Uma das idéias do blog é não julgar as pessoas! Meu avô cometeu este mesmo ato e eu não o conheci. Minha avó e seus filhos sofreram muito!!! E eu só tenho a lamentar pelo o que ele deixou de viver... Principalmente por não ter me conhecido, pois eu iria amá-lo tanto...
Sou mãe e só em pensar em perder um dos meus filhos meu coração já aperta! Deve ser uma dor imensurável...
Aprendi que, quando a gente estiver passando por uma situação de difícil resolução ou no momento de dor, devemos primeiramente elevar nosso pensamento ao alto e pedir a presença do Nosso Pai Amado. Vamos pedir para Ele sentar ao nosso lado. Vamos conversar, chorar, pedir ajuda, paz, compreensão...
E, quando você estiver se sentindo melhor após a conversa, você diz a Ele: “Obrigada, Deus! Pai de Amor, pela sua companhia, por ter aliviado meu coração. E, agora, você pode ir, pois deve ter outras pessoas lhe chamando também...”
Fiz esse teste e como foi maravilhosa a companhia Dele, sentir Ele bem pertinho! Me fez mais forte, segura e com a certeza que tudo aquilo iria passar, que tudo daria certo...
Devemos, nesses momentos, imaginar que estamos em um engarrafamento, onde não adianta ter pressa, ficar com raiva, nem reclamar. O trânsito não vai andar com essas suas atitudes... Vai chegar uma hora que os carros vão andar, mais cedo ou mais tarde, vão andar... Assim são seus problemas. Um dia passa e a gente fica com o aprendizado, a maturidade e forte para superar os que estejam para chegar...
Vamos continuar vivos e superar os obstáculos do caminho como assim fizeram as pessoas que já foram motivo de exemplo no blog... Temos a Marcele que luta pela sua felicidade, o Woltony que curte os filhos com o seu coração junto ao da Luciana, o Salem Cury que casou novamente e tem dois filhinhos para amar, e a Deise que ainda quer ir visitar os jacarés...
Ficamos por aqui com a frase de Emanuel, psicografada por Chico Xavier:
“Guarda, pois, a existência como dom inefável, porque teu corpo é sempre instrumento divino, para que nele aprendas a crescer para a luz e a viver para o amor, ante a glória de Deus.”

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Exemplo de Coragem


Luzes na escuridão. De longe até parece uma cidade, mas os pontos que brilham são olhos, que se movem perigosamente na água. O jacaré açu é o maior predador da América do Sul. Alguns medem mais de seis metros. Quando um bicho desses morde alguém, dificilmente a vítima sobrevive.
A bióloga Deise Nishimura deixou São Paulo para viver numa casa flutuante dentro de uma reserva ecológica no Amazonas. Em dezembro de 2009, na véspera do Ano Novo, em Mamirauá, limpava peixe na beira da casa flutuante onde morava, quando foi arrastada para a água por um jacaré de mais de 4 metros de comprimento. Mesmo desarmada, ela decidiu lutar pela vida.
Diz ela: “Nessa hora eu achei que tinha morrido, mas lembrei que num documentário eu vi que, quando você é atacada por um tubarão, a parte mais sensível do tubarão é o nariz. Aí pensei qual seria a parte mais sensível do jacaré. Coloquei a mão na cabeça dele e achei dois buracos. Não sei se era o nariz ou o olho, e enfiei meus dedos e apertei com toda a força. Foi quando ele me soltou. Nessa hora percebi que já estava sem a minha perna”, diz a bióloga.
Deise nadou até a beirada da casa, mas não conseguiu subir. Teve de escalar um tronco para sair da água. Exausta, gritou por socorro, mas não havia ninguém por perto.
A bióloga se arrastou até a sala de rádio e pediu ajuda. Quinze minutos depois, os funcionários da reserva chegaram. Fizeram torniquetes em suas pernas e levaram a bióloga até Tefé. No hospital, uma hora depois, o médico ficou espantado.
“A Deise chegou naquele dia no hospital em estado de choque. Se fosse uma outra pessoa e não tivesse a resistência que ela tem e a sorte que ela teve, não teria sobrevivido a esse tipo de ataque”, afirma Adalberto Villa Lobos, médico que a operou.
O que mais chamou a atenção do médico é que a artéria femural de Deise permanecia bloqueada, mesmo sem o torniquete. Isso impediu que ela morresse de hemorragia. .
“Chegando no hospital, o médico até estranhou que eu não tinha perdido muito sangue. Ele acha que, na hora do ataque, o jacaré, na hora em que estava me girando, deu uma torcida na artéria e estancou o sangue”, explica.
Nos oito meses em que trabalhou na reserva, Deise tirou várias fotos do jacaré, que gostava de dormir debaixo da casa flutuante onde a bióloga morava.
O jacaré tinha até nome: apesar de ser um macho enorme era chamado de dorotéia. No dia seguinte ao ataque, os ribeirinhos da reserva mataram o animal, encontraram a perna de Deise e levaram até o hospital em Tefé. “O reimplante foi descartado por causa do tipo de lesão que o jacaré causa numa perna ou em qualquer membro que é atacado”, diz o médico. “Mas, graças a Deus, conseguimos fazer uma intervenção cirúrgica muito boa, conseguimos limpar tudo e não houve nenhuma infecção”.
A bióloga voltou a morar em São Paulo, onde faz fisioterapia para receber uma prótese e reaprender a caminhar. Apesar de tudo, diz que ficou triste ao saber que mataram o jacaré. Ela é contra a liberação da caça. “Se a gente deixar, a população ribeirinha extermina todos os jacarés porque já não gostam desses animais. Se a gente liberar, eles vão acabar mesmo”, diz.
Com a coragem de quem já enfrentou uma fera e sobreviveu, Deise fala do ataque com tranquilidade, e diz que não vê a hora de voltar para a selva.
“Eu quero mesmo voltar para o Amazonas, voltar a fazer a pesquisa que eu estava fazendo com o boto vermelho. Um amigo meu que pesquisa jacarés vai me levar para ver jacaré durante a noite porque, se você joga a luz forte nos olhos deles, brilha. Vai ser muito legal”, conta a bióloga.
*** Fonte: http://g1.globo.com/
-------------------------------------------------------------------------------------
Minha querida Deise você é mais que corajosa! Poderíamos chamar de teimosa também... Passar por uma situação dessa na selva e ainda querer voltar? Tio Freud que cuide de explicar... Mas acho bela a sua atitude e a sua demonstração de superação do incidente. Mais um exemplo para chegar a conclusão que os meus problemas são tão insignificantes que deixaram de ser problemas...